Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
26-02-2017 | 04:21
JASC16/12/2015 às 18:00

Videira é a nova campeã no bolão 23 feminino do JASC

Videira é a nova campeã no bolão 23 feminino do JASC
Foto:Murilo Roso (SDR Caçador)

A equipe de Videira ergueu o troféu de campeã no bolão 23 feminino, nesta quarta-feira (16), último dia de disputas da modalidade na 55ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), competição que está sendo realizada nos municípios de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna até esta sexta-feira (18). É o quarto título do bolão 23 feminino conquistado por Videira, que desbancou potências como Blumenau, o município que tem mais títulos (5), e Itajaí, que ganhou a edição 2014 dos Jasc e tentava o bicampeonato no bolão 23 feminino.

A decisão foi emocionante. Estavam na cancha Blumenau, Timbó, Itajaí, Rio do Sul, Lages e Videira para a passada final. Cada equipe com oito atletas e cada uma delas jogou 20 bolas. Na largada, as atletas de Lages (Luísa) e de Videira (Ângela) tiveram um aproveitamento de 100% e fizeram 180 pinos. Lages assumiu a ponta isolada na segunda rodada até a sétima atleta participar da competição. Aí veio o fator decisivo da partida: Rose, de Lages, fez apenas 166 pinos, enquanto Vana, de Videira, derrubou 177. De um placar desfavorável de 1.067 x 1.066, Videira virou para 1.233 x 1.243.

A disputa do título estava definida entre os dois municípios. Quando a última atleta de cada equipe entrou na cancha, Videira já se preparava para fazer a festa. Márcia, de Lages, fez 174 pinos; e Dika marcou 179 para Videira, que ergueu o troféu com a vantagem de 15 pinos. O placar final foi de 1.422 para Videira; 1.407 para Lages; e 1.396 pinos para Timbó, que completou o pódio e ficou com a medalha de bronze. A equipe campeã jogou, pela ordem, com Ângela, Marisa, Dulci, Nega, Roseli, Cris, Vana e Dika.

Vanalice Morais, mais conhecida como Vana, a atleta de Videira responsável pela virada, comemorou seu segundo título nos Jasc. Ela nasceu em Ibicaré, mas mora em Videira. O primeiro título foi defendendo o município de Joaçaba. “Foi necessário ter muita calma, concentração e vontade de buscar o jogo para virar o placar e comemorar mais um título”, reforçou. Vana, que disputa os Jasc há mais de 10 anos, só não teve aproveitamento de 100% por um pino: fez 179 dos 180 possíveis. Na passada final cinco atletas derrubaram 180 pinos: Ângela e Cris, de Videira; Luísa e Rosane, de Lages; e Joana, da equipe de Rio do Sul. 

O bolão 23 feminino só passou a fazer das disputas dos Jasc na edição de 1992, em Joinville. Nas 23 edições realizadas, 11 municípios já foram campeões. Quem tem mais títulos é Blumenau, que chegou em Joaçaba como vice-campeão; depois está Videira, agora com quatro títulos; seguida por Chapecó e Rio do Sul, com três troféus cada; Florianópolis ganhou dois; e Criciúma, Herval D’Oeste, Indaial, Itajaí, Joaçaba e Lages, municípios que ergueram o troféu uma vez.

E 10 equipes já foram vice-campeãs, praticamente todas que também já ganharam o título: Lages e Videira (4); Joinville e Rio do Sul (3); Blumenau, Florianópolis e Joaçaba (2); e Brusque, Indaial e Timbó, todos com um vice-campeonato.

A etapa estadual dos Jasc é uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna, e com o apoio de Erval Velho e Lacerdópolis. Participam 78 municípios, envolvendo em torno de 4.600 atletas, em 26 modalidades. Estão em disputa 47 troféus, entre o masculino e o feminino.

Fonte: Fesporte

Comentários
Publicidade
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui