Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
23-10-2017 | 10:26
JASC21/12/2015 às 13:45

CCO faz prestação de contas dos recursos dos JASC

CCO faz prestação de contas dos recursos dos JASC
Foto:Presidente da CCO apresentou balanço

“A avaliação da realização da 55ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) é extremamente positiva”, disse na manhã desta segunda-feira (21) o vice-prefeito de Joaçaba, e presidente da CCO (Comissão Central Organizadora) do evento, Marcos Weiss.

Durante a apresentação da prestação de contas do JASC, Weiss informou que os convênios foram firmados com o Governo do Estado no dia 16 de outubro, e no dia 23 do mesmo mês o crédito entrou na conta dos municípios. “Luzerna recebeu crédito financeiro de R$ 210 mil, e Joaçaba R$ 1.480.000,00 milhão. O município de Luzerna fez o planejamento de investimentos para adequação das praças esportivas, principalmente no Clube Vitória, e Joaçaba, além das obras, ficou responsável por fazer a gestão necessárias dos recursos, aplicando na logística e estruturação do evento”, apontou.

Na prestação de contas está descriminada empresa por empresa, com a descrição do valor gasto e a maneira de contratação, seguindo normativas da Lei de Licitações. “Em Joaçaba aplicamos R$ 1.454.110,18 milhão, e estaremos devolvendo ao Governo do Estado R$ 25 mil, que não foram necessários para a realização dos Jogos”, informou ao ressaltar que todos os fornecedores estão devidamente pagos.  A prestação de contas oficial deverá ser feita em janeiro ao Tribunal de Contas do Estado e Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte de Santa Catarina.

O presidente da CCO esclareceu que o município Herval d´Oeste não aparece na prestação de contas por ter recebido R$ 400 mil, através do Fundo Social, para aplicar em pavimentação de suas vias, sendo que como contrapartida realizou melhorias necessárias nos locais de alojamento e competições com recursos próprios.

“Quero enaltecer e agradecer o trabalho de toda a comissão organizadora e cobertura da imprensa, que movimentou as pessoas para prestigiar este grande evento esportivo”, concluiu Weiss. De acordo com ele, a Fesporte informou que os próximos Jogos Abertos nos três municípios devem acontecer daqui há 10 ou 12 anos. “O legado que fica é fomentar o esporte nessas gerações que acompanharam os jogos para serem nossos futuros atletas”, concluiu.

O prefeito Rafael Laske falou do desafio em realizar os Jogos Abertos com todas as dificuldades encontradas, e que foram superadas com o resultado do evento. “Além de terminarmos de uma maneira positiva, essa prestação de contas deixa o evento transparente”, disse ao mencionar que a estrutura dos Jogos será aproveitada pelos municípios, “um legado que fica para que possamos incentivar nossas crianças a praticar o esporte”.

Crítica aos Jogos

O prefeito de Luzerna, Moisés Diersmann, parabenizou a comissão organizadora pela prestação de contas e também comentou as dificuldades enfrentadas. “Sofremos problemas no repasse direto para o Poder Público, pois abríamos licitações sem que houvesse empresas interessadas, tendo que fazer reparos, pois não havia tempo hábil para novo procedimento”, revelou. “Esses percalços foram vencidos diante da festa bonita que movimentou o comércio da nossa região”, amenizou.

No entanto, Diersmann ponderou que devem acontecer mudanças nos Jogos Abertos, pois o evento se profissionalizou, prejudicando investimentos no esporte de base. “No passado só os atletas do município poderiam disputar os Jogos. Agora o Poder Público investe no atleta, que acaba recebendo proposta para disputar por outro município. Assim não conseguimos motivar e fazer com que o esporte de base se levante”, apontou. “Essa é uma crítica construtiva que faço para que o Governo do Estado reveja, e os Jogos voltem a sua essência, pois percebemos um esvaziamento do público nas competições. Quando têm atletas da região, o público se identifica e comparece”, acrescentou.

Comentários
Publicidade
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui