Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
22-10-2018 | 01:08
ESTADO02/04/2013 às 10:52

SC fecha primeiro trimestre com redução no número de homicídios dolosos

Foram 28 assassinatos a menos que o ano anterior

Santa Catarina registrou queda de 14,51% no número de homicídios dolosos neste primeiro trimestre de 2013. Em números absolutos foram 28 assassinatos a menos que o ano anterior. De 1º de janeiro a 31 de março foram contabilizados 165 homicídios dolosos em todo o Estado contra 193 no mesmo período de 2012. Os dados constam do boletim diário de homicídios, organizado pelo Núcleo de Geoprocessamento e Estatística, da Diretoria de Informação e Inteligência (DINI), da Secretaria de Estado da Segurança Pública. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes ficou em 2,64 nestes três primeiros meses do ano. ( clique aqui para ver o quadro completo ).

Houve registro de assassinatos em 65 dos 295 municípios de Santa Catarina. Entre as cidades que registraram as maiores diferenças no comparativo de 2012 e 2013 estão Florianópolis, Palhoça, Jaraguá do Sul, Joinville, Tubarão, Joinville. Lages, Cricúma, Gaspar, Barra Velha e São Francisco do Sul.

O índice de resolução alcançou 52,73%. Já o percentual de vítima e autor de crimes violentos com antecedentes policiais é alto. No caso de vítima, este número chega a 63,64% com registros anteriores na polícia. Já com relação aos autores de homicídio, 62,50% possuem antecedentes criminais.

Para o secretário César Augusto Grubba, a estatística de homicídio, hoje, é o principal indicador de criminalidade utilizado no mundo moderno. “Homicídio é um crime que afronta o maior bem jurídico protegido pelo ordenamento pátrio, qual seja, a vida. O somatório de esforços das forças de segurança nos garante a continuidade e o aperfeiçoamento das políticas de prevenção e repressão”, disse o titular da Segurança Pública de Santa Catarina.

Os assassinatos acontecem com mais relevância no período compreendido entre 18 horas e meia-noite. Dos 165 assassinatos, 86,67% das vítimas são homens e 13,33% mulheres.


Fonte: SSP SC

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui