Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
01-03-2017 | 05:04
AGRICULTURA24/07/2016 às 11:00

Associação Catarinense de Criadores de Suínos comemora 57 anos

Associação Catarinense de Criadores de Suínos comemora 57 anos
Foto:Metas para a próxima década foram apresentadas em coletiva de imprensa

A Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) completa neste domingo (24) 57 anos de muito trabalho em defesa dos empresários da atividade rural, mas com a certeza de que ainda há desafios a serem vencidos. Ao longo dos anos, a entidade impulsionou o melhoramento genético dos suínos, contribuindo para que Santa Catarina seja o principal produtor da proteína no Brasil e referência para o mundo.

Em cinco décadas, a ACCS contribuiu para o profissionalismo do homem do campo, mas também atuou no campo político, com importantes conquistas para o setor nas esferas municipal, estadual e federal. “A ACCS chega aos 57 anos de forma consolidada, pois somos respeitados pelas lideranças políticas brasileiras e do agronegócio. Hoje temos o reconhecimento dos nossos produtores pela representatividade conquistada”, ressalta o presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi.

Apresentação dos resultados

Lideranças empresariais, políticas e representantes da imprensa participaram de um café da manhã na última quinta-feira (21), em Concórdia, no auditório da ACCS. Durante o encontro, o presidente da ACCS apresentou as conquistas e desafios superados em todas as décadas de atuação e projetou quais são as metas para os próximos 10 anos. Apesar do momento de crise, Losivanio afirma que o aniversário de 57 anos da ACCS deve ser comemorado, assim como o Dia Nacional do Suinocultor, também celebrado no domingo. “O momento não é bom, mas nós vamos superar. Que todos saibam que a ACCS está em busca das melhores soluções”.

Metas para a próxima década

A ACCS tem como meta para os próximos 10 anos ajustar a produção ao mercado consumidor, com equilíbrio na oferta e demanda; ser referência nos custos de produção; ter rastreabilidade de toda a produção independente; permanecer ligada com todas as organizações do agronegócio e aumentar a representatividade política do setor.

Reconhecimento

Durante a semana, lideranças políticas catarinenses manifestaram o respeito pelo Dia Nacional do Suinocultor e também pela atuação da ACCS. “Quero cumprimentar a ACCS pelos 57 anos de organização e trabalho conjunto. O reflexo disso é extraordinário porque nós evoluímos, modificamos todo o nosso modelo de produção, geramos empregos e trouxemos riquezas para o nosso Estado”, enfatiza o governador de Santa Catarina, João Raimundo Colombo, em vídeo encaminhado à entidade.

“Parabenizo a ACCS pelos 57 anos de sucesso, vitórias e lutas em defesa dos suinocultores. Nós temos essa parceria com a ACCS nos embates junto ao Ministério da Agricultura, com entidades e empresas. Estamos juntos na defesa do nosso suinocultor”, diz o deputado federal Valdir Collato.

Representatividade

Santa Catarina é o maior produtor e exportador nacional de carne suína. São 10 mil criadores integrados às agroindústrias e independentes, que produziram em 2015 cerca de 2,1 milhões de toneladas de carne suína.  Com um rebanho efetivo estimado em 6,1 milhões de cabeças, Santa Catarina é responsável por aproximadamente 35% das exportações brasileiras.

Estimativas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri) mostram que, no último ano, o estado exportou 136,3 mil toneladas de carne suína, um rendimento de US$ 412 milhões. Os principais destinos do produto catarinense foram Rússia, Hong Kong, Angola, Cingapura, Chile, Japão, Uruguai e Argentina.

Fonte: Tiago Rafael/ACCS

Comentários
Publicidade
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui