Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
25-06-2019 | 12:46
JOAÇABA17/04/2013 às 18:15

Esgoto sanitário: recursos para Joaçaba ainda sem definição

Superintendente da FUNASA acompanha obras do esgoto sanitário
Esgoto sanitário: recursos para Joaçaba ainda sem definição
Foto:Elisabete Sartori (SIMAE), Adenor Piovesan (FUNASA) e o vereador Vilmar Zilio

O superintendente da FUNASA em Santa Catarina, Adenor Piovesan, realizou uma visita técnica na última sexta-feira, 12, ao SIMAE, oportunidade em que acompanhou as obras de esgotamento sanitário em Joaçaba, Luzerna e Herval d´Oeste. “Nossa visita consiste em enviar um relatório ao órgão do andamento dos trabalhos para que os demais recursos possam ser liberados”, informou.

Ao ser cobrado sobre o projeto do município de Joaçaba que reivindica R$ 11 milhões para o saneamento e que ainda não teve liberação, Piovesan disse que a FUNASA trabalha com muitos pleitos em todo o país e a liberação obedece a uma série de critérios técnicos. “Temos que elaborar bons projetos dentro dos prazos estabelecidos. Projeto que começa bem, termina bem”, enfatizou. Porém negou que tenha havido erro no projeto de Joaçaba, já que o município vizinho Herval d´Oeste foi contemplado com a liberação de R$ 8 milhões. “Não vejo desta forma, erro ou favorecimento em um processo tão complexo como é o de seleção. Aqui tem toda essa equipe com conhecimento e prerrogativas técnicas para que tenham os recursos alocados”, afirmou ao se referir ao SIMAE, mas não soube informar quando haverá a liberação dos recursos para o município.

O vereador Vilmar Zilio acompanhou a visita do superintende da FUNASA e se inteirou sobre o assunto.

Obras

No município de Luzerna, a obra física está concluída e houve sobra dos recursos na ordem de R$ 600 mil reais que serão repactuados para uma nova fase do esgotamento. No bairro Santa Tereza em Joaçaba a implantação está dentro do cronograma. Em Herval d´Oeste está sendo concluída a primeira etapa e será feita a liberação dos recursos para a segunda.

De acordo com Elizabete Sartori, diretora do SIMAE, os três municípios atendem os critérios para liberação de recursos do governo federal. “Existe toda uma norma e uma série de critérios exigidos pela FUNASA para cadastrar esses projetos. O SIMAE procura se inteirar, estar com a documentação em dia, e observar os requisitos da Lei 11.445 que estabelece os planos municipais de saneamento básico, sem os quais será impossível conseguir recursos a partir de 2014”, observou.

Cobertura

Luzerna está com 70%. Herval d´Oeste próximo aos 40%, sendo que ficará com aproximadamente 70% após a implementação dos R$ 8 milhões. Joaçaba conta com 45% de cobertura de esgoto sanitário e aguarda a aprovação do projeto.




Fonte: caco da rosa

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui