Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
22-10-2018 | 01:14
LUZERNA04/06/2018 às 18:00

Luzerna está na semifinal do maior desafio mundial de tecnologia

Luzerna está na semifinal do maior desafio mundial de tecnologia
Foto:Equipe GirlsUp

Uma equipe de Luzerna está na semifinal do maior desafio mundial de tecnologia e empreendedorismo para meninas. O “Technovation Challenge 2018” é um desafio online e gratuito que pode levar um time de meninas para o Vale do Silício, em San Francisco (EUA), com tudo pago por uma semana.

Na competição, equipes de meninas com idades entre 10 e 18 anos trabalham com mentores para desenvolver um aplicativo de celular que solucione um problema social. Já são mais de 3 mil participantes no Brasil e 20 mil meninas, seis mil mentores em 115 países. O desafio não exige nenhuma experiência com programação.

A GirlsUp de Luzerna, é uma das três equipes brasileiras que passaram à semifinal mundial do desafio Technovation Challenge 2018 na categoria Junior. Ela é composta, além da mentora Adriana Carla Maziero Camarotto, por cinco meninas de Luzerna com 11 a 14 anos: Geovana Maziero Camarotto, 11 anos; Rafaela de Souza Fiorin, 13 anos; Gabrielle Schroeder, 13 anos; Maria Eduarda Dalla Lana Carara, 12 anos e Heloise Cristina Parolin Volpi, 14 anos.

De acordo com a mentora Adriana Camarotto, a missão da “Technovation” é educar e capacitar as mulheres jovens para que façam a diferença na sua comunidade usando a tecnologia e o empreendedorismo. “Elas aprenderam a programar por meio de workshops e tutoriais da internet. Participaram de workshops de programação, Design Think, Canvas de modelo de negócios, entre outros, que foram muito importantes para o desenvolvimento do projeto e o resultado alcançado”, comenta.

O PROGRAMA

Times de Ensino Fundamental e Médio trabalham na programação e desenvolvimento da estratégia de negócios de um aplicativo que solucione um problema real durante 12 semanas. São suportadas por um facilitador e uma mentora ou mentor.

As finalistas viajam para o Vale do Silício para apresentar seus aplicativos e planos de negócios para investidores na final mundial, e concorrem ao prêmio de 15 mil dólares (categoria Sênior) e 10 mil dólares (categoria Júnior) e suporte para finalizar e lançar o aplicativo no mercado. Além disso, passam a fazer parte de uma rede de contatos e recursos que as ajudará a seguir na trajetória empreendedora.

O APLICATIVO

A equipe GirlsUp participa do desafio desde 2016 e já desenvolveu vários aplicativos para celular, dos quais já submeteram 2 APPs, um em 2017 chamado Bank of Time (Banco do Tempo) e outro neste ano chamado Life4Dow, que está na semifinal mundial e entre os 3 melhores APPs do Brasil na categoria Junior. Todo o material do desafio foi submetido em inglês.

O aplicativo deste ano é o Life4Down, Life4Dow, e foi desenvolvido totalmente em inglês, assim como todo o material entregue, pois é uma das exigências do desafio “Tecnovation Challenge”.

“Life4Down atende às pessoas portadoras da síndrome de Down, em suas limitações de aprendizado, Life4dow é um app acessível, lúdico, divertido, útil, fácil de usar, para portadores da síndrome de Down, pais e educadores que façam uso da tecnologia como ferramenta para o aprendizado e desenvolvimento de habilidades necessárias, dando-lhes autonomia para resoluções de problemas do dia a dia”, finaliza a mentora Adriana Camarotto.

O site do desafio no Brasil com mais informações é http://www.technovationbrasil.org/.

Fonte: Michel Teixeira/Assessoria de Imprensa Luzerna

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui