Caco da Rosa - Roupas, pedras e ferramentas transformadas em obras de arte
Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
18-08-2018 | 08:46
REGIÃO12/06/2018 às 14:00

Roupas, pedras e ferramentas transformadas em obras de arte

Roupas, pedras e ferramentas transformadas em obras de arte
Foto:Divulgação

Praticamente tudo que passa pelas mãos de Adair Ribeiro se transforma em algum tipo de arte. Basta visitar o atelier dele em Rio das Antas para constatar que não há exagero algum nessa frase. Ali é possível contemplar peças artísticas criadas com elementos que vão desde os mais triviais como telas e tecidos, passando por pás, enxadas, vasilhames plásticos, até as inusitadas roupas velhas. Sem falar, é claro, da sua especialidade: pedras comuns e telhas de barro.

Assim como a matéria prima que utiliza, a inspiração de Adair vem daquilo que, apesar de estar muito visível, passa despercebido aos olhos da maioria das pessoas: a natureza e sua vasta riqueza de detalhes. E, entre tintas, pinceis, barro, tecidos e até cimento, surge naquilo que julgamos não ter valor, a representação de tudo o que nos é essencial.

Foi justamente esse olhar intuitivo em direção ao despercebido que motivou o então representante comercial Adair Ribeiro de Oliveira a tomar a decisão de se dedicar integralmente à arte, quando perdeu o emprego em 2011. Apaixonado por desenho e pintura desde os tempos da escola, ele viu numa iminente necessidade a possibilidade de explorar seu talento como profissão. “Eu precisava me manter e percebi que poderia ser através da arte quando minha irmã saiu com alguns panos de prato que eu havia pintado e voltou na mesma manhã sem nenhum deles; vendeu tudo”, recorda nostálgico.

Os panos de prato ainda são produzidos, mas o artista aprimorou técnicas, explorou novos elementos e ganhou horizontes. Hoje, Adair Ribeiro – como é conhecido, vive exclusivamente da renda gerada pela venda das peças que produz e que já romperam os limites da cidade onde mora, Rio das Antas, e até de Santa Catarina. Orgulhoso pelo reconhecimento alcançado, conta que seu trabalho já chegou a outros estados da federação. “Meu forte é o mercado aqui da região, onde tenho muitos clientes, mas tem obras minhas espalhadas também por São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco”.

Vasos, floreiras e fruteiras a partir de recipientes recicláveis e roupas. Objetos de decoração a partir de pinturas em telas, pedras, pás e enxadas são as peças de maior procura e que compõem a enorme lista de pedidos do artista.

Concurso da Assembleia Legislativa

No mês de março deste ano, Adair Ribeiro foi um dos mais de 50 artistas de todo o País inscritos no edital de seleção para exposição na Galeria de Artes Ernesto Meyer Filho, no hall do Palácio Barriga Verde, sede da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Suas oito peças inscritas, todas de pintura em pedras, foram selecionadas entre os 18 finalistas.

O objetivo do concurso da Alesc é possibilitar que artistas e grupos do cenário cultural, nas diferentes linguagens de artes visuais, utilizem gratuitamente a galeria em Florianópolis para expor suas obras. Para isso, serão reservados 10 períodos de 18 dias corridos, incluindo sábados, domingos, pontos facultativos e feriados, para as exposições, que terão visitação gratuita.

Adair Ribeiro não entrou na agenda de exposições deste ano, mas da experiência de participar de seu primeiro concurso leva a expectativa de poder entrar na próxima agenda e a satisfação de ver seus trabalhos classificados entre as obras de diversos artistas brasileiros. “Para mim é uma satisfação muito grande porque concorri com mais de 50 artistas de todo o Brasil e minhas obras foram classificadas para a segunda etapa entre os 18 selecionados; isso já é um prêmio”, afirma.

Serviço

Artista: Adair Ribeiro

Endereço: Rodovia SC- 135 – Rio das Antas

Contato: (49) 99187-8007 | e-mail: adairribeirodeoliveira@gmail.com

Fonte: Facto Imagens & Textos

Comentários
Publicidade
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui