Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
18-06-2018 | 10:43
EDUCAÇÃO13/06/2018 às 10:00

Projeto de Luzerna é apresentado durante Congresso de Prefeitos

Projeto de Luzerna é apresentado durante Congresso de Prefeitos
Foto:Divulgação

O prefeito de Luzerna, Moisés Diersmann, realizou nesta terça-feira (12), durante o Congresso dos Prefeitos promovido pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam) em Florianópolis, a apresentação do projeto “Educação para o mundo do trabalho”, desenvolvido no município. Primeiramente, um vídeo sobre o programa foi exibido aos presentes. Para assistir clique no link: https://youtu.be/9ImNNzSP16s

O município de Luzerna tem se destacado com os melhores índices educacionais da Fecam. Ele faz parte de uma política pública que busca a inclusão social através do ensino profissionalizante no contra turno escolar.

Comunicação e mídias, matemática e jogos, ciências e tecnologias, robótica, mecânica básica, eletricidade e instalações elétricas, montagem e manutenção de computadores, programação de aplicativos para dispositivos móveis, mecatrônica, automação residencial, são alguns dos ensinamentos repassados aos alunos. Há investimentos também na incubadora tecnológica pública, que proporciona um desenvolvimento rápido e prático de produtos. “O programa apresentado é fantástico, todo mundo se encanta com esse programa de educação para o trabalho”, comenta Diersmann.

O prefeito fará outra apresentação aos prefeitos do Estado nesta quarta-feira (13), desta vez voltada para a Lei de Incentivo – Incubadora Tecnológica, mas que também possui vínculo com o projeto Educação para o mundo do trabalho. O Congresso dos Prefeitos atinge a marca de mais de 2,3 mil participantes, sendo mais de 210 apenas de prefeitos.

Satélite
Ainda nesta terça, o prefeito de Luzerna Moisés Diersmann, como presidente do Consórcio de Informática da FECAM (CIGA), assinou um acordo de cooperação entre o Instituto Senai de Inovação em Sistemas Embarcados, que é vinculado à Federação das Indústrias (Fiesc) e a empresa Visiona Tecnologia Espacial com a Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), governo do Estado, Consórcio de Informática na Gestão Pública Municipal (Ciga) e Investe SC.

O objetivo é os municípios usarem as tecnologias de satélites oferecidas pela Visiona para melhorar a gestão nas áreas de educação, saúde, planejamento, defesa civil, meio ambiente, transporte e agricultura. Por satélites, é possível monitorar o transporte escolar, a expansão imobiliária, engarrafamentos de trânsito e outros problemas.

Segundo João Paulo Campos, presidente da Visiona, empresa privada que tem como sócias a Embraer e a Telebras, o plano é tornar Santa Catarina um Estado referência no uso de tecnologias espaciais para gestão pública. Isso será possível porque a empresa firmou recentemente uma parceria com o Instituto Senai de Inovação em Sistemas Embarcados para produzir satélites privados na sede da instituição, em Florianópolis.

O primeiro satélite, de 11 quilos, será lançado ao espaço em cerca de 18 meses. A Visiona precisa testar as tecnologias embarcadas e, ao mesmo tempo, ela tem parceria com seis empresas globais de satélites que prestam diversos serviços, entre os quais monitoramento de florestas, cidades, movimento de pessoas e outros. “Interligamos 290 municípios e podemos atrair mais. Os problemas são semelhantes e os satélites podem acelerar soluções”, afirma Diersmann.

Fonte: Michel Teixeira/Assessoria de Imprensa

Comentários
Publicidade
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui