Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
23-01-2019 | 06:20
ESTADO18/12/2018 às 15:00

Governo do Estado lança Operação Veraneio 2018/2019

Governo do Estado lança Operação Veraneio 2018/2019
Foto:James Tavares/Secom

Começou na manhã desta terça-feira, 18, uma das maiores mobilizações para prevenção e segurança em Santa Catarina, a Operação Veraneio 2018/2019. A solenidade de lançamento, na Avenida Beira-Mar Continental, em Florianópolis, contou com a presença de secretários de Estado, autoridades militares e demais envolvidos com a mobilização, que será colocada em prática durante a temporada de verão. A expectativa do Estado é receber cerca de cinco milhões de turistas nesse período.

Para oferecer serviços essenciais, e, especialmente, um ambiente mais seguro para as férias de turistas e cidadãos catarinenses, a Operação Veraneio vem aprimorando a forma de atuação e preenchendo necessidades que se apresentam a cada ano. Uma demonstração é a parceria com o Consulado e o Comando de Polícia de Missiones, na Argentina, que desde o ano passado facilita trâmites nas ocorrências envolvendo visitantes daquele país - que representam boa parte dos visitantes que veraneiam em Santa Catarina. Pela primeira vez, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), irá disponibilizar uma cartilha com informações em Espanhol.

A Operação Veraneio 2018-2019 será coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada, presidido pelo secretário da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Junior. Além das polícias Civil, Militar e Rodoviária, Bombeiros, IGP e Detran, também atuarão de forma integrada às secretarias da Defesa Civil e da Justiça e Cidadania, além de Exército, Marinha, Aeronáutica, polícias Federal e Rodoviária Federal, bem como as prefeituras abrangidas por meio das guardas municipais.

A operação será realizada em 61 dos 295 municípios catarinenses, com investimentos de aproximadamente R$ 15 milhões. “É um aparato muito grande envolvido na operação e essa integração ocorre de maneira cada vez mais forte porque acreditamos em resultados cada vez melhores”, disse o secretário Alceu.

A expectativa do secretário de Turismo, Cultura e Esporte,Tufi Michreff Neto, também segue a linha de que será a mais eficiente dos últimos tempos. “Nós estamos bem preparados, Santa Catarina tem bons índices na Segurança Pública, que é o principal item quando um turista escolhe um local para visitar. Temos essa preocupação de garantir que outros serviços públicos estejam adequados, sob a premissa de que, para ser bom para o visitante, um Estado tem que ser bom para o seu cidadão”.

Segurança Pública

Cerca de nove mil profissionais de segurança pública e outros mil guarda-vidas contratados contarão com cerca de duas mil viaturas, sete helicópteros e três aviões, além de quadriciclos, motonáuticas e embarcações. A novidade deste ano envolve, com a expectativa da vinda de 1,5 milhão argentinos, policiais e bombeiros do país vizinho, também integrados à operação. A participação deles foi viabilizada por meio de convênio de cooperação na área de segurança pública entre Santa Catarina e a Província de Missiones (AR).

“Nós percebemos que as operações dos outros anos tinham dificuldades de integração entre as corporações, então, em 2018, começamos bem antes, com reuniões específicas e temáticas com a Marinha, por exemplo, que tinha dificuldade de fazer o flagrante por falta de um policial civil. Mudamos. Este ano, um delegado irá acompanhar as operações, agilizando os processos. Com essas integrações, não teremos esse problema específico”, explicou o secretário de Estado da Segurança Pública.

Para os 81 dias de operações, as corporações terão forte apoio tecnológico. Pela primeira vez um sistema de inteligência analítica foi adotado pela SSP. A plataforma tecnológica permitirá acompanhamento em tempo real das ações de segurança em andamento. As autoridades terão acesso online para acompanhamento permanente via tablet e smartfone.

Abastecimento de energia garantido

O presidente das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), Cleverson Siewert, destacou que, além do crescimento do consumo e aumento da demanda de energia, entre dezembro e março, historicamente, são registrados os eventos climáticos que mais afetam o desempenho do fornecimento de energia. Por isso, a Celesc concentra esforços em três frentes: reforço do sistema, manutenção preventiva e ampliação do número de equipes para atendimento de emergências.

Para a temporada de verão, também há um acréscimo nas equipes de eletricistas, uma vez que o número de ocorrências aumenta em três vezes na comparação com as demais épocas do ano. Também é o período com maior dificuldade de deslocamento das equipes nas estradas e por isso a empresa vai contar com cerca de 300 funcionários a mais para atendimento da população.

Área da Saúde

Com a temporada aumenta também a possibilidade de problemas com doenças sazonais, tais como febre amarela, sarampo e também dengue. Por isso, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DiVE) está organizada com ações de vacinação, além de prevenção. O trabalho de eliminação dos focos já começou e deve seguir para evitar casos no Estado. A DIVE recomenda que os catarinenses entre nove meses e 59 anos sejam imunizados contra a febre amarela em dose única. Além disso, também existe atenção especial para a imunização contra o sarampo.

Fortalecendo o Turismo

Para esse ano, foi autorizado o retorno da obra do Centro de Atendimento ao Turista de Dionísio Cerqueira, que estava paralisada há dois anos. “Retomamos o investimento com uma ordem de R$ 587 mil, em um convênio com o Ministério do Turismo que vai permitir ao Estado atender adequadamente o turista estrangeiro que cruza a fronteira pelo município, para que possa ser bem atendido”, explicou o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte.

Também foi lançado o contrato de prestação de serviço com o intuito de aumentar o número de praias no Programa Internacional de Certificação Ambiental Bandeira Azul, com um levantamento de 40 locais que serão classificados e executadas adequações necessárias para o Programa.

Além dos secretários da Segurança Pública e do Turismo, Cultura e Esporte, também acompanharam o lançamento da Operação Veraneio 2018/2019, nesta terça-feira, em Florianópolis, os secretários de Estado da Comunicação, Gonzalo Pereira, da Justiça e Cidadania, Leandro Lima, o delegado-geral de Polícia Civil, Marcos Flávio Ghizoni Júnior e o presidente da Casan, Adriano Zanotto.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui