Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
26-04-2019 | 05:35
EDUCAÇÃO11/02/2019 às 08:00

Ano letivo começa para 600 mil alunos em Santa Catarina

Ano letivo começa para 600 mil alunos em Santa Catarina
Foto:Divulgação

O ano letivo para aproximadamente 600 mil alunos da rede estadual começou nesta segunda-feira, 11. A Secretaria de Estado de Educação (SED) está trabalhando para elevar a qualidade de ensino ao patamar de países como Cingapura e Finlândia, fazendo de Santa Catarina uma referência na educação pública.

O secretário de Estado de Educação, Natalino Uggioni, tem como perspectiva, nos próximos anos, que as instituições públicas de ensino sejam ainda mais atrativas para um maior número de famílias. “Queremos que a escola pública do Estado de Santa Catarina se torne referência e, com isso, os próprios pais percebam que o nível de educação pública melhorou, que está no nível de expectativa deles”, projeta.

Para garantir que o começo dessa transformação ocorra bem, os preparativos foram intensos nas últimas semanas. Escolas passaram por manutenção e reformas. O quadro de docentes em sala de aula foi reforçado com 911 novos professores efetivos para as disciplinas de Artes, Língua Portuguesa e Inglesa, Matemática, Geografia, História, Sociologia, Química, Filosofia e Educação Física.

Para finalizar, os profissionais da educação se reuniram durante toda a semana para planejar e alinhar ações do primeiro semestre letivo. A formação foi realizada para os mais de 40 mil professores, gestores e coordenadores, nas 1.073 escolas da rede estadual.

Na abertura da capacitação, Uggioni agradeceu o engajamento dos profissionais durante a preparação e pediu que esse entusiasmo seja mantido ao longo do ano. Segundo ele, o empenho de todos deve ter como foco o trabalho em sala de aula. “Nós não vamos medir esforços para que os professores tenham as melhores condições. Todos devem trabalhar por isso. Em troca, o professor deve ajudar a cuidar bem das escolas e zelar pela boa formação dos alunos. Quem paga por tudo é a sociedade e ela quer respostas, quer educação de qualidade”.

Ensino médio com jornada ampliada

A rede estadual de ensino já oferece oportunidades para quem quer ir além das aulas regulares. Em todas as regiões catarinenses, há ampla oferta de jornada ampliada no ensino. As três opções são Ensino Médio Integral em Tempo Integral (EMITI), Inovador (EMI) e Integrado à Educação Profissional (EMIEP).

EMITI

O EMITI está disponível em 32 escolas de todas as regiões. O objetivo da modalidade é incentivar o protagonismo juvenil, em parceria com o Instituto Ayrton Senna e apoio do Instituto Natura.  De forma integrada à aprendizagem dos conteúdos de português, matemática, história, entre outros, também consegue incentivar os jovens a desenvolverem competências altamente valorizadas no mundo atual, como resolução de problemas, responsabilidade, comunicação, abertura para o novo e criatividade.

EMI

O Ensino Médio Inovador (EMI) é ofertado em 115 escolas e tem como objetivo oportunizar ao jovem a ampliação do tempo escolar com a inserção de atividades que tornem o currículo mais integrado e dinâmico, com conteúdos curriculares organizados a partir de um planejamento interdisciplinar. As atividades envolvem dimensões do trabalho, da ciência, da tecnologia e da cultura.

EMIEP

O Ensino Médio Integrado a Educação Profissional enfoca uma concepção de formação humana, tendo como base o trabalho como princípio educativo, a integração entre trabalho, ciência e cultura. A proposta é integrar as disciplinas técnicas às grandes áreas do conhecimento do Ensino Médio.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui