Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
11-12-2018 | 07:06
SAÚDE17/07/2013 às 13:41

Hospitais recebem recursos para melhorar atendimentos de urgência

Hospitais recebem recursos para melhorar atendimentos de urgência
Foto:Governador Raimundo Colombo com Ricardo Grando, Ivanice Peccin e os diretores de
hospitais

O governador Raimundo Colombo, o vice Eduardo Pinho Moreira e a secretária de Estado da Saúde, Tânia Eberhardt, assinaram com 22 hospitais catarinenses um termo de compromisso de adesão à Rede de Atenção à Urgência e Emergência. O secretário de Desenvolvimento Regional de Joaçaba, Ricardo Grando, e a gerente de Saúde da SDR, Ivanice Peccin, participaram da solenidade, nesta terça-feira (16), em Florianópolis.

Os hospitais de 17 municípios receberão todos os anos R$ 69 milhões. Os recursos serão investidos nos atendimentos de urgência e emergência e na qualificação dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva – UTI. Namacrorregião Meio-Oeste, que abrange 55 municípios das SDRs Joaçaba, Campos Novos, Caçador, Curitibanos, Concórdia, Videira e Seara, e tem uma população referenciada de 601 mil habitantes, cinco hospitais serão beneficiados: São Francisco, de Concórdia; Universitário Santa Terezinha, de Joaçaba; Maicé, de Caçador; Hélio Anjos Ortiz, de Curitibanos; e Salvatoriano Divino Salvador, de Videira.

No total, a macrorregião terá um investimento anual aproximado de R$ 13 milhões, sendo: R$ 4,7 milhões para o hospital de Concórdia; R$ 3,2 milhões para o de Joaçaba; R$ 2,4 milhões para o de Caçador; R$ 2 milhões para o de Curitibanos; e R$ 600 mil para o hospital de Videira. “Até o final do mês, devem ser viabilizadas as duas primeiras parcelas”, informa o secretário Ricardo Grando. Os recursos foram liberados por meio da portaria nº 1.256, de 25 de junho de 2013, do Ministério da Saúde.

“O Governo Federal e o Governo do Estado estão focados em melhorar o atendimento de urgência e emergência. A expectativa é de que recursos reflitam em mais qualidade aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS)”, ressalta Grando, destacando que Santa Catarina é pioneiro na construção da Rede de Atenção à Saúde.

Saiba mais

Nesta etapa do Plano de Ação da Rede de Atenção às Urgências, também foram contempladas as macrorregiões de saúde do Extremo-Oeste, Planalto Serrano, Vale do Itajaí, Foz do Rio Itajaí e Sul. Significa que agora todas as regiões catarinenses estão contempladas com recursos da Rede de Urgência e Emergência. Para recebê-lo, os gestores dos hospitais assinam um termo que estabelece metas e compromissos junto aos municípios e Governo do Estado.

As demais macrorregiões, Norte, Nordeste e Grande Florianópolis, já foram contempladas em 2012 com recursos da ordem de R$ 110 milhões. Tudo isso para melhorar o atendimento à população, que é o grande objetivo da Rede de Atenção à Urgência e Emergência.

A expectativa da Secretaria de Estado da Saúde é que, quando todos os componentes da Rede de Urgência e Emergência estiverem aprovados pelo Ministério da Saúde, Santa Catarina contará com recursos da ordem de R$ 300 milhões por ano para melhorar o atendimento à população.

Fonte: Mayelle Hall/SDR

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui