Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
09-12-2018 | 11:42
LUTO11/04/2014 às 19:00

Esporte catarinense perde o comendador Rubens Fachini

Esporte catarinense perde o comendador Rubens Fachini
Foto:Homenageado e aplaudido no último Jasc em Blumenau

O esporte catarinense está de luto. Morreu na manhã desta sexta-feira (11) Rubens Fachini, um dos principais nomes da história do nosso esporte, criador dos Jasc e um dos maiores incentivadores do crescimento da competição ao longo de mais de 50 anos.

Comendador da esporte, Fachini foi atleta do vôlei, do atletismo e o grande parceiro de Arthur Schlösser na criação dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em 1960. Apaixonado pelo esporte, sempre prestigiou as competições e nos últimos anos era o grande guardião das tradições dos Jasc, organizando cerimônias como a do acendimento do fogo simbólico.

Rubens Fachini foi uma das vítimas de um grave acidente na manhã desta sexta-feira no KM 40 da BR-470, no município de Gaspar. Ele tinha 76 anos e deixa mulher e cinco filhos. O velório será nesta sexta-feira à noite na capela mortuária do Centro, atrás da Igreja Evangélica. O enterro está confirmado para às 10h de sábado no Cemitério Municipal.

A Fesporte presta solidariedade à família e lamenta profundamente a perda de um dos ícones do nosso esporte. O presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Junior, expressou o tamanho da perda para o esporte catarinense:

"Estamos todos órfãos, pois o Seu Rubens era como um pai do esporte de Santa Catarina. Uma pessoa amável, de biografia rica e inúmeros serviços prestados ao esporte. Foi dirigente, atleta, mas, antes de tudo, foi um cidadão que amou o esporte intensamente. Uma perda irreparável".

O governador do Estado, Raimundo Colombo, também lamentou a perda para o esporte catarinense:

"Sem dúvida perde Santa Catarina, sobretudo o esporte, sem a figura de Rubens Fachini. Um idealizador, um lutador sempre com um sorriso no rosto para buscar o que acreditava. Construiu, ao lado de Artur Schlösser, um patrimônio inestimável para o nosso esporte, os Jogos Abertos de Santa Catarina. Será difícil reparar a perda, e fica a missão de preservar a memória de tudo que ele construiu ao longo de uma vida dedicada ao esporte".

Rubens José Fachini era apaixonado pelo esporte (na juventude, praticou vôlei e atletismo de maneira mais destacada, mas se aventurou em outras modalidades). Outra paixão era o Flamengo. Era amigo pessoal do principal nome da história do clube, Zico, a quem convidou para ser a estrela da cerimônia de abertura dos Jasc de 2010, que comemoravam em Brusque os 50 anos do nascimento dos Jogos (convite prontamente aceito). Zico, inclusive, ao receber a notícia publicou uma nota no Facebook oficial dele (com uma foto ao lado de Fachini, em 2011), lamentando a perda e enaltecendo a amizade entre eles: "Morreu hoje o querido amigo de muitas décadas, Sr Rubens Facchini. Figura amável de Brusque, empresário entusiasta do esporte e que sempre tratava a todos com muito carinho". 

Um dos amigos mais próximos de Fachini, o comendador e jornalista Roberto Alves relembra com carinho da importância dele para a criação dos Jasc: "Ele foi um dos artífices dos Jasc: idealizou o formato a partir de uma viagem que fez a São Carlos (SP), a pedido de Arthur Schlösser, para conhecer os Jogos Abertos da cidade".

Fachini também foi locutor esportivo no rádio, dirigente de clubes de futebol e, nos últimos anos, se dedicava com afinco para realizar a tradicional cerimônia do acendimento do fogo simbólico dos Jasc, na cidade-berço dos Jogos: Brusque, onde morava. Na última que conduziu, em outubro de 2013, recebeu uma homenagem-surpresa pelos anos de dedicação ao evento e ao esporte em geral, sendo agraciado com a comenda Arthur Schlösser. E foi às lágrimas.

Na galeria abaixo, Rubens Fachini com Zico, e ao lado do também comendador Rudi Nodari no lançamento do livro 50 anos do Jasc:

Fonte: Fesporte

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui