Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
22-08-2019 | 11:31
POLÍCIA27/01/2015 às 13:30

DIC prende no PR quadrilha que furtava apartamentos de luxo em Joaçaba

Elementos causaram prejuízos que ultrapassam R$ 500 mil
DIC prende no PR quadrilha que furtava apartamentos de luxo em Joaçaba
Foto:Polícia Civil/Divulgação

Uma operação deflagrada pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joaçaba, com o apoio do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE) do Paraná, culminou com a prisão de quatro pessoas nesta terça-feira (27), nas cidades de Curitiba e Pinhais/PR.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária expedidos pelo Juízo Criminal de Joaçaba em desfavor de dois homens e duas mulheres. As ordens judiciais são decorrentes de uma investigação em curso da DIC de Joaçaba, que apura seis furtos em apartamentos de luxo pela quadrilha. Os valores subtraídos ultrapassam R$ 500 mil.

Em uma das buscas, um dos suspeitos portava uma pistola cal. 635 e chegou a apontá-la para os policiais civis. “Como ele esboçou reação, tivemos que efetuar um disparo para que se rendesse”, contou o investigador Juliano Pedrini. Na casa dele, foram ainda apreendidas nove munições cal. 635. Na residência do outro suspeito foram encontradas mais cinco munições de espingarda cal. 12. Ambos estão sendo autuados em flagrante pela posse/porte de arma de fogo e munições.

“Estamos ainda realizando diligências, pois suspeitamos que mais uma pessoa esteja envolvida”, disse Pedrini ao comentar que os arrombamentos foram executados após um levantamento prévio. “Recentemente os elementos adentraram em um edifício no centro de Joaçaba, e foram diretamente no apartamento da pessoa que estava de férias no litoral”, constatou. 

Ainda de acordo com Pedrini, os criminosos aproveitaram um dia de chuva para burlar o sistema de vigilância utilizando uma sombrinha e boné para esconder os rostos. “Conseguimos através da analise das câmeras das ruas e do comércio fazer a comparação e determinar a autoria do crime”, explicou.

Atuaram na operação os agentes da DIC: Juliano Pedrini, Manoel Alberto Silva (Maneco) e Renato Weiss. O caso está sob responsabilidade Delegado Regional de Polícia de Joaçaba, Daniel Fortes Régis.

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui