Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
11-12-2018 | 06:18
HERVAL D´OESTE27/02/2013 às 14:26

Depois de Joaçaba, agora vereador de Herval também quer controle populacional de animais domésticos

Depois de Joaçaba, agora vereador de Herval também quer controle populacional de animais domésticos
Foto:Vereador Jean Patrick Giusti, autor do projeto

Foi apresentado na sessão desta terça- feira (26) o Projeto de Lei Legislativo nº 002/2013 de autoria do vereador Patrick Giusti (PSDB) que dispõe sobre a regulamentação para o controle populacional de animais domésticos do município de Herval d’Oeste (SC). Segundo o vereador este projeto foi apresentado devido ao grande número de reclamações e denúncias, recebidas pela Vigilância Sanitária, referente ao volume de animais soltos nas ruas da cidade e que não são cuidados causando incômodo á população em geral.

Ainda os agravantes causados por esta situação como às doenças transmitidas por esses animais, detectadas por meio dos serviços de atenção básica do município, o volume de animais (cães e gatos) que permanecem abandonados em alguns bairros, às solicitações por uma posição da Prefeitura Municipal, vindas das Associações de Defesa dos Animais e da população e a falta de regulamentação pertinente ao controle de zoonoses no município. “Os moradores de nossa cidade me relataram sobre o abandono desses animais também no interior. O vice-prefeito Ricardo Nodari também me garantiu que será parceiro nesta iniciativa, pois já presenciou estas situações e ainda friso a necessidade de se fazer uma sessão temática sobre este assunto, com profissionais da área.”

Patrick disse que diante desta realidade ele propõe um Programa para Esterilização de Cães e Gatos que se encontram abandonados pelas ruas da cidade, que pertençam a famílias de baixa renda do município e que se estenda também aos animais que se encontram sob responsabilidade das Associações de Defesa dos Animais. No programa está previsto duas formas de esterilização: a que necessita de procedimento cirúrgico, no caso das fêmeas e castração química, aplicados em machos, sem a necessidade de procedimento cirúrgico. “Serão disponibilizados gratuitamente, junto ao procedimento, duas consultas, vermífugo para ser aplicado anterior ao procedimento, medicamentos para ministrar no animal após o procedimento, colar elisabetano e transporte da residência á clínica e da clínica á residência.”Afirmou o vereador.

O programa tem validade para um ano, a partir de abril de 2013, após este período deverá haver novos estudos da real situação do município, bem como, da necessidade de implantação de um centro de zoonoses em Herval d’Oeste”.


Fonte: Joce Pereira

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui