Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
16-01-2017 | 10:46
DENÚNCIA26/03/2015 às 11:30

Menina é agredida por ex-aluna dentro de escola em Catanduvas

Menina é agredida por ex-aluna dentro de escola em Catanduvas
Foto:Reprodução vídeo

A mãe de uma aluna da Escola de Educação Básica Irmã Wienfrida de Catanduvas, procurou o Portal Caco da Rosa para registrar a falta de segurança no educandário. De acordo com ela, a filha de 15 anos foi agredida dentro da escola por uma ex-aluna, de 17 anos, na quarta-feira da semana passada.

“Depois que minha filha apanhou na frente de todos, ela me ligou. Não pensei duas vezes e fui até lá, e consegui separar, pois ela estava apanhando novamente”, contou a mãe ao dizer que está sendo processada por invadir a escola e por agressão contra menor, por ter puxado o braço da jovem. “Só quem não pode entrar lá sou eu, que evitei que minha filha ficasse mais machucada”, acrescentou a mãe.

A briga foi filmada por vários colegas que não interviram (vídeo abaixo). “Elas marcam as brigas e pedem para filmar, depois compartilham nas redes sociais para humilhar as vítimas”, denuncia a mulher afirmando que as brigas são constantes na escola.

A diretora Rejane Bucco, informou que chamou a polícia porque a mãe invadiu a escola sem se identificar. Segundo ela, a assessora de direção tentou intervir e foi ameaçada pela mãe. Quanto a jovem agressora, a diretora informou que trata-se de uma ex-aluna que foi conversar com ela neste dia. “Ela conversou comigo, mas não sabia que havia permanecido no interior da escola”, alegou.

A diretora disse ainda que essa foi a terceira briga, e que aconteceu por motivos alheios à escola. “Os alunos foram chamados e tomamos as medidas administrativas com aconselhamentos e orientações”, justificou. “Em uma escola com 940 alunos, precisamos do auxílio dos pais para evitar situações como essas”, lamentou a direção.

A agressora usou o Facebook para se vangloriar de ter batido na menina. “Cara eu fico vendo os vídeos e me mato dando risada kkkkk”, escreveu. (Veja a conversa na galeria abaixo).  

Na última quinta-feira, os pais elaboraram um documento solicitando a Gered (Gerência Regional de Educação) de Joaçaba, um vigia para inibir a entrada de outras pessoas na escola. A gerente regional de educação, Seila Ribeiro, informou que assim que tomar conhecimento deste pedido, fará o encaminhamento ao secretário de Desenvolvimento Regional.

Video
Comentários
Publicidade
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui