Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 13/07/2024 | 02:21

Polícia

Técnico do Kindermann é assassinado com tiro no peito

Publicado em 11/12/2015 ás15:30

Diário Caçadorense /Divulgação

Foto: Diário Caçadorense /Divulgação

O técnico do Kindermann foi assassinado por volta do meio dia desta sexta (11) com um tiro no peito, em Caçador. Segundo informações, o autor do homicídio, Carlos Corrêa (ex-técnico da equipe de futsal feminino local - Pantera Negra) chegou ao hotel Kindermann com um revólver calibre 32 carregado.

Carlinhos, como é conhecido, rendeu Josué Henrique Kaercher, Richard e Salézio Kindermann, com outras quatro pessoas. Ele dizia que iria matar todos como vingança por ter sido dispensado dos trabalhos junto às categorias de base.

Josué tentou conversar com Carlos pedindo calma, mas ele ficou alterado e disparou contra seu peito. O assassino ainda tentou efetuar mais dois disparos, porém a arma falhou. Richard Kindermann investiu contra Carlinhos, e com o auxílio das demais pessoas, que estavam rendidas, conseguiu dominá-lo.

A Polícia Militar foi acionada e se deslocou até o local para prender o autor em flagrante. Josué chegou a ser socorrido pelos Bombeiros voluntários e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Maicé, mas não resistiu a gravidade do ferimento e acabou falecendo depois de dar entrada.

Carlos Corrêa foi conduzido à delegacia, e depois de prestar depoimento deverá ser encaminhado ao Presídio Regional de Caçador. Ele tinha outras 50 balas no bolso.

Josué Henrique Kaercher tinha 35 anos, atuou como capitão do Caçador Atlético Clube, em meados de 2012 e 2013, e trabalhava como treinador das equipes de futsal do Kindermann, onde o acusado também atuava até início deste ano.

Fonte: Diário Caçadorense

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Herval (Joaçaba)

Av. XV de Novembro, 278, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1902

Farmácia Herval (Joaçaba)
X