Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
01-10-2020 | 01:56
SAÚDE22/01/2016 às 00:11

Ações de combate à dengue são intensificadas em Herval d’Oeste

Ações de combate à dengue são intensificadas em Herval d’Oeste
Foto:Todas as larvas coletadas estão sendo encaminhadas para a Gerência Regional de
Saúde/ Foto: Rádio Líder

Agentes da Vigilância Ambiental de Herval d’Oeste estão intensificando as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. De acordo com as informações, as ações estão se intensificando em algumas áreas específicas de Herval d’Oeste. “Estamos trabalhando de forma intensa na visitação de residências dessas áreas consideradas de risco com o objetivo de alertar e conscientizar o morador sobre a importância de não deixar água parada em locais propícios para a proliferação do mosquito”, explicou a agente Ana Paula Costenaro.

Conforme as informações, o trabalho está concentrado nas ruas centrais de Herval d’Oeste, onde houve um foco no final do mês de outubro. No primeiro momento, estão sendo realizadas vistorias nas residências localizadas nas ruas Nereu Ramos, Senador Euzébio, Voluntários da Pátria, Florianópolis, Santa Catarina, 31 de março, Major Santos, Heitor Marchiotti, Nilo Peçanha, Carlos Gomes, Vitória e Arlindo Gomes.

Nas residências onde não forem encontrados os moradores, um cartão de visita está sendo deixado pelas agentes. “Pedimos para que esses moradores que receberam o nosso cartão liguem para o (49) 35542429 para agendar uma vistoria no terreno. É muito importante que todos colaborem”, enfatizou Ana.

Até o momento, nenhum foco de dengue foi registrado em Herval d’Oeste. “Por esse motivo que pedimos a colaboração da comunidade e que cada um faça a sua parte evitando deixar água parada e lixo jogado, principalmente, em terrenos baldios”, finalizou Ana.

Todas as larvas coletadas estão sendo encaminhadas para a Gerência Regional de Saúde que envia a Secretaria de Estado de Saúde que emite parecer favorável ou contrário ao mosquito.

Situação em Santa Catarina

Atualmente existem 28 municípios considerados infestados pelo mosquito: Anchieta, Balneário Camboriú, Chapecó, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Coronel Martins, Cunha Porã, Florianópolis, Guaraciaba, Guarujá do Sul, Itajaí, Itapema, Joinville, Maravilha, Nova Itaberaba, Novo Horizonte, Palmitos, Passo de Torres, Pinhalzinho, Planalto Alegre, Princesa, São Bernardino, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Serra Alta, União do Oeste, Xanxerê e Xaxim. A definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

Salas de situação

Dos 28 municípios considerados pela Dive como infestados pelo mosquito, 27 cumpriram a meta de criar uma sala de situação na cidade. Somente Coronel Freitas, no Oeste, não fez a instalação. Por isso, o Ministério Público de Santa Catarina entrou com uma ação contra esse município.

Os municípios de Cordilheira Alta, Novo Horizonte, Palmitos, Pinhalzinho, Princesa e São Lourenço do Oeste ainda não informaram os representantes de instituição que vão compor as salas, segundo a Dive.

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui