Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
12-11-2019 | 05:24
CARNAVAL09/02/2016 às 17:00

Verde Branco conquista tetra ao ficar laranja no carnaval

Verde Branco conquista tetra ao ficar laranja no carnaval
Foto:Presidente Dihego Joe Muller recebe o troféu

A verde e branco conquistou seu tetracampeonato apostando na laranja como enredo. “A Aliança quando nasceu era verde, hoje é laranja. A festa é minha, não vale chorar”, já dizia o samba-enredo entoado na Avenida em seu desfile na noite do domingo (7).

Na apuração, que aconteceu na Arena Skol, a escola abriu cinco décimos da segunda colocada, Unidos do Herval, e levantou o caneco mais uma vez, a terceira consecutiva. “Foi um desfile magnífico. A escola veio compacta e a expectativa pelo título era grande”, revelou o presidente da escola, Dihego Joe Müller, ao comentar que o quarto título traz ainda mais responsabilidade para a verde e branco.  

O presidente da Unidos do Herval, Nelcindo Trevisan, aceitou a segunda colocação, mesmo afirmando que a escola trabalhou pelo titulo neste ano. “A Unidos cresceu muito e tem o reconhecimento do público. Não vamos desanimar”, disse ao parabenizar a campeã. Segundo ele, a diretoria deve analisar as notas para fazer uma avaliação melhor do resultado.

Para a Vale Samba, seus integrantes são os verdadeiros campeões. “Somos guerreiros, heróis. Vencemos desafios e fizemos um carnaval sem ter recebido nenhuma parcela de recurso”, ressaltou o presidente Hermes Bersaghi. “No nosso enredo tinha o Hércules, que vencia as hidras (animal da mitologia grega com várias cabeças de serpente). Temos muitas hidras por aqui, e vamos vencendo uma de cada vez”, deixou no ar.

A caçula Acadêmicos do Grande Vale, ficou decepcionada com o quarto lugar. A avaliação é do presidente Pedro Correa. “Foram 36 dias para fazer nosso carnaval, pois tivemos que trocar o enredo e mudar toda nossa estrutura neste curto espaço de tempo”, lamentou. A escola iria homenagear o deputado federal Jorginho Mello, mas por orientação do Ministério Público Federal, alterou o enredo, sob pena de não receber recurso público. “Agora é erguer a cabeça e ir a luta”.

Mesmo diante das críticas ao evento e vaias durante discurso na apuração, o presidente da Liesjho (Liga das Escolas de Smaba de Joaçaba e Herval d´Oeste, Sérgio Giacometti, ficou satisfeito com o resultado. “Me sinto com o dever cumprido”, disse ele que deixará a presidência. “Fiz e faço um desafio aos críticos: falar é fácil. Tenham coragem e competência para fazer melhor”, desabafou.

Para o presidente, a escola que errou menos na Avenida foi a grande campeã. “Todas começam com 10, mas uma tem que sair vitoriosa”, concluiu ao agradecer e parabenizar as quatro escolas pelo belíssimo espetáculo.

Após a apuração, os integrantes da campeã se deslocaram ao barracão da escola para comemora o quarto título.

Assista abaixo entrevista com os presidentes:

Video
Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui