Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 16/07/2024 | 00:47

Herval d' Oeste

Policiais do 26º Batalhão vão usar tablets em ocorrências

Publicado em 17/02/2016 ás12:00

Apresentação dos equipamentos

Foto: Apresentação dos equipamentos

A comandante do 26º Batalhão de Polícia Militar com sede em Herval d´Oeste, tenente-coronel Lucimar Savaris, reuniu a imprensa no início da tarde desta terça-feira (16) para apresentar os kits do projeto PMSC Mobile, que foram adquiridos e  estão em fase de adaptação.

Durante o encontro, o tenente Cleverson Garcez, comandante da 2ª Cia de Polícia Militar de Capinzal, explicou como será o funcionamento do equipamento. “Para cada ocorrência tínhamos 11 formulários a serem preenchidos, que agora serão substituídos pelo programa PM Mobile, essa tecnologia embarcada que vai possibilitar mais dinamismo ao trabalho da polícia”, ressaltou.

De acordo com o tenente, o policial militar deverá cadastrar a guarnição através do programa ao assumir o serviço e atualizar os procedimentos operacionais junto ao DetranNet. Cada viatura será composta por um tablet e uma impressora. “Com essa atualização, ele poderá usar o equipamento mesmo em locais que não há sinais de internet para cadastrar os boletins, pois funciona também offline”.

No programa estão compilados todos os tipos de ocorrências atendidas pela Polícia Miliar, estabelecidas no procedimento operacional padrão. “O patrulheiro vai seguir uma espécie de ‘check list’, que vai orientá-lo como proceder nos mais variados casos”, acrescentou Lucimar Savaris.

A Central Regional de Emergência terá a localização de cada viatura pelo GPS e poderá acionar as guarnições pelo aplicativo, evitando a comunicação via rádio. “Teremos menos comunicação pelo rádio, garantindo maior segurança nas operações, pois a frequência da polícia acaba sendo copiada por bandidos”, mencionou a comandante.

Além do boletim de ocorrência, o programa PMSC Mobile permite incluir fotos, depoimentos digitados ou gravados. O comunicante receberá o formulário da ocorrência impresso na hora, e com o número do protocolo poderá imprimir o BO pela internet.

Agilidade

Conforme Garcez, para uma autuação de infração de trânsito (AIT), os policiais levam de 10 a 15 minutos com o bloco talonário. Já com o aplicativo, a notificação pode ser executada em apenas 30 segundos, como está acontecendo em Florianópolis, onde o sistema já está sendo utilizado.

“Outro ganho importante. Após a notificação, a autuação vinha para o Batalhão onde era digitada para entrar no sistema. Agora vai automaticamente, proporcionando maior agilidade e demandando de menor uso de mão de obra para o serviço”.

Capacitação

Os soldados da ROCAM, Sylvio e Rossa, receberam instrução na capital do estado e vão ser multiplicadores para capacitar o efetivo do 26º Batalhão na próxima semana. O sistema deve entrar em operação nos próximos 20 dias. 

Kits

Cada kit (tablete e impressora térmica) custa em torno de R$ 7 mil. Na área do 26º Batalhão foram adquiridos 20 kits através de parcerias com o Poder Judiciário, conselho da comunidade e convênio de trânsito:

Herval d´Oeste: 6 kits – parceria Poder Judiciário;

Capinzal: 2 kits – convênio de trânsito;

Campos Novos: 4 kits, convênio de trânsito e parceria com o conselho da comunidade;

Erval Velho:  1 kit – convênio de trânsito;

Jaborá: 1 kit - convênio de trânsito;

Luzerna: 1 kit - convênio de trânsito;

Catanduvas: 2 kits - convênio de trânsito;

Treze Tílias: 2 kits convênio de trânsito;

Água Doce: 2 kits convênio de trânsito.

Assista abaixo a demonstração com a soldado Carla:

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X