Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
18-01-2020 | 02:04
POLÍCIA04/07/2013 às 08:59

Professora é assaltada na porta da Creche em Joaçaba

Ladrão levou R$ 52,00 e um tablet. Clima agora é de medo e insegurança no local
Professora é assaltada na porta da Creche em Joaçaba
Foto:C.E.I Nossa Senhora de Lourdes

Uma professora foi assaltada na manhã desta quinta-feira (04) na porta do C.E.I – Centro de Educação Infantil Nossa Senhora de Lourdes em Joaçaba. Daniele Debus chegou ao trabalho às 06h35 e quando ao sair do carro foi abordada por um elemento que apontou um canivete e pediu dinheiro. “Abri a carteira encontrei R$ 2,00 e dei pra ele, mas ele queria mais, tomou a carteira de minhas mãos, vasculhou até encontrar uma nota de R$ 50,00” contou ela ainda muito abalada. A professora teve que dar também o tablet que estava no automóvel. “Ele estava visivelmente alterado e queria mais, olhei para dentro do carro e quando vi o tablet não pensei duas vezes, entreguei também” relatou Daniele ao dizer que neste momento temeu por sua vida. “Ele ficava cutucando com o canivete para demonstrar que estava disposto a qualquer coisa para conseguir o que queria. Cheguei a pensar que me mataria depois de pegar as coisas” relatou Daniele com lágrimas nos olhos descrevendo a sensação de impotência.

A professora informou ainda que depois de pegar os seus pertences, o elemento correu para o mato. Como ainda estava escuro e tem apenas um poste de luz no local, ela não conseguiu ver que direção ele tomou. O ladrão é moreno alto, aparentando entre 30 a 35 anos, usava calça jeans, moletom amarelo e um boné bege. A Polícia Militar foi acionada e confeccionou o boletim.

De acordo com a diretora da Creche, Eliane de Souza Buttner, o educandário já foi alvo de roubo há cerca de 03 anos, mas uma situação assim jamais havia acontecido. Segundo ela, havia 4 pessoas na creche naquele horário, mas ninguém percebeu o que estava acontecendo. “Sempre chego e abro minha janela e hoje nem mesmo fiz isso”, disse ela. A Creche possui apenas monitoramento eletrônico na parte interior, e agora conseguiu por doação duas câmeras do antigo E.S.F que devem ser instaladas ainda nesta semana. “Vamos pedir também para o secretário de educação a instalação de um portão eletrônico” informou Eliane afirmando que o clima agora é de medo e insegurança. “Meu Deus onde estamos. Ela vinha para o trabalho, não dá pra admitir algo assim” concluiu Eliane revoltada.

Assista abaixo o vídeo com o relato da professora que embora extremamente abalada concordou em dar entrevista.

Video
Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui