Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
06-12-2019 | 07:30
JOAÇABA23/07/2019 às 16:00

Joaçaba conta com Setor do Programa de Controle da Dengue

Joaçaba conta com Setor do Programa de Controle da Dengue
Foto:Divulgação

Joaçaba atua de forma constante no combate ao mosquito da dengue, onde hoje, três servidores trabalham continuamente a fim de evitar a disseminação de focos. Além disso, a comunidade também é orientada com ações educativas com o objetivo de evitar a formação de criadouros do Aedes Aegypti.

Para realizar este serviço, são vistoriadas por semana 115 armadilhas, um trabalho de monitoramento que verifica a presença do mosquito ou não naquela área. Também são visitados de forma quinzenal pontos estratégicos, como cemitérios e borracharias, onde é feita a remoção de qualquer recipiente que tenha água parada.

Neste ano, foram encontrados três focos do mosquito em Joaçaba, um deles no bairro Santa Tereza e outros dois na Vila Remor, sendo que cada um deles foi encontrado em armadilhas instaladas naquela respectiva área. O trabalho de delimitação de foco e de levantamento de índice já foi finalizado. Nele, os agentes visitaram residências, comércios, terrenos baldios e outras edificações num raio de 300 metros de onde ocorreu o foco. Mais de 600 imóveis foram vistoriados para verificar a presença de larvas do mosquito ou de água parada.

Além de focos oriundos de Joaçaba, o Programa de Controle da Dengue realizou a delimitação de áreas de focos encontrados no município de Herval d'Oeste.

Uma das formas que os agentes encontraram para atuar contra o mosquito da dengue foi através da realização de mutirões de limpeza, sendo que neste ano, o bairro que recebeu o mutirão foi o Santa Tereza, onde quatro caminhões foram carregados de entulho e destinados ao aterro de Erval Velho. Este foi um trabalho em conjunto com a Secretaria de Infraestrutura do município.

Os agentes também realizam o recolhimento contínuo de pneus inservíveis no município, seja em borracharias ou mesmo encontrados através de denúncias anônimas, o que contabiliza mensalmente quase 200 pneus dos mais diversos tipos e tamanhos.

O número de casos de dengue cresceu 339% no Brasil, em comparação com o ano passado. Um índice do governo federal ainda indica que 994 municípios apresentam alto índice de infestação. Já o estado de Santa Catarina contabilizou até o dia 17 de julho de 2019, 21.484 focos do Aedes Aegypti em 182 municípios. Hoje, quase 62% das cidades Catarinense tem ou já tiveram algum foco do mosquito da dengue esse ano.

Com intuito de combater o Aedes Aegypti e assim diminuir o risco da dengue, Zika ou chikungunya no município, o Programa de Controle da Dengue reforça um pedido de conscientização do munícipe, para que cada morador atue na linha de frente dessa luta e auxilie o programa no combate ao mosquito, evitando a proliferação da doença na cidade, proporcionando uma melhor saúde para todos.

Fonte: Marivania Carvalho da Silva/Assessoria de Comunicação

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui