Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
30-05-2020 | 11:28
TEMPO29/09/2019 às 10:00

Primavera com retorno da chuva e temperatura elevada

Primavera com retorno da chuva e temperatura elevada
Foto:Imagem Ilustrativa

Para o trimestre, a previsão é de chuva próximo a abaixo da média climatológica em Santa Catarina.  Em outubro, persiste a condição de mais nebulosidade, porém a chuva segue mal distribuída e pouco significativa em algumas localidades. Nos meses seguintes a chuva fica bem distribuída, com valores mais significativos e temporais frequentes.

O que se espera para época do ano:

Outubro é fortemente marcado pelas chuvas de primavera com totais mensais mais elevados no Oeste e Meio Oeste. Os acumulados de chuva variam de 210 a 280 mm no Oeste e Meio-Oeste, e de 140 a 180 mm do Planalto ao Litoral. Em novembro, o volume de chuva diminui no estado, com valores de 130 a 180 mm em média. Em dezembro, com o início das chuvas de verão, os acumulados passam a variar de 150 a 190 mm na Grande Florianópolis e do Oeste ao Litoral Norte, e nas demais regiões os volumes variam entre 130 a 150 mm. 

Os episódios de precipitação devem ocorrer especialmente associados à passagem de frentes frias, influência de sistemas de baixa pressão e dos Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM), que provocam chuvas mais intensas no Oeste e Meio Oeste. Na segunda quinzena de novembro inicia o processo convectivo, caracterizando as pancadas de chuva de verão que serão mais frequentes em dezembro, janeiro e fevereiro.

Em outubro, a formação e deslocamento de ciclones extratropicais no litoral Sul do Brasil trazem perigo para a navegação e a pesca em embarcações de pequeno e médio porte, devido aos ventos fortes e ao mar agitado, muitas vezes resultando em ressaca. Em novembro e dezembro diminui a condição favorável aos ciclones extratropicais no litoral Sul do Brasil.

Temperatura:

A previsão é de temperatura próxima a acima da média climatológica no trimestre em Santa Catarina. Em outubro e início de novembro massas de ar frio, com curta duração, podem atingir o estado catarinense registrando temperatura baixa para a época do ano na madrugada e amanhecer, favorecendo a formação de geada fraca e isolada nas áreas mais altas do Planalto Sul. Em novembro e dezembro, as massas de ar quente atuarão com mais frequência e maior duração.

São caraterísticas da primavera: nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade.

Fonte: Epagri/Ciram

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui