Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
12-12-2019 | 01:25
JOAÇABA04/11/2019 às 10:30

Mobilização para a regularização dos terrenos na Vila Cachoerinha

Mobilização para a regularização dos terrenos na Vila Cachoerinha
Foto:Divulgação

Quinta e sexta-feira, 31 de outubro e 1º de novembro, foram dois dias intensos para os representantes da Vila Cachoeirinha de Joaçaba e voluntários da ONG Dindos do Bem. Segundo a presidente da ONG Aline Andres, dias cansativos sim, mas muito motivadores. Isso porque em dois dias os Dindos e os moradores da Cachoeirinha estiveram reunidos com representantes dos poderes legislativo e executivo onde colocaram a eles diversas situações problemáticas como falta de água em 26 casas e luz em muitas outras. Tudo isso é claro pela falta de regularização dos terrenos. O local onde vivem hoje 62 famílias – próximo ao Bonato Couros – é de propriedade da administração municipal e de outros dois proprietários particulares.

Porém, a grande maioria das famílias vive no espaço há mais de duas décadas, sendo que algumas estão ali há 50 anos. “Nós sabemos de tudo que vamos ter que enfrentar para conseguir nosso objetivo, mas estamos aqui há muito tempo e nesse momento queremos que nossos filhos tenham uma vida melhor e mais digna. Não podemos mais deixar a situação assim. Em muitos locais a água desce do morro e invade casas e isso é um medo constante aqui. Diariamente precisamos nos ajudar pegando água e luz do vizinho. Tudo é precário e queremos melhorar, e principalmente estamos dispostos a também fazer a nossa parte”, ressaltou a moradora Simone de Azevedo.

Na reunião de quinta-feira, a presidente da Câmara de Vereadores, Disneia de Marco, esclareceu vários pontos aos moradores. Destacou que um processo de regularização não é tão rápido, que na Cachoeirinha tem toda uma questão ambiental para ser avaliada.  Como primeiro passo, Disnéia disse que iria viabilizar uma reunião com o executivo e já conseguiu para a sexta-feira, onde além do prefeito Dioclésio Ragnini e da presidente, estiveram presentes os vereadores Diego Bairros e Ricardo Antonello, o procurador do município Maikel Patrzykot, a secretária de Assistência Social Sandra Pinheiro, o representante da intendência de habitação social Jeferson Luiz Krug, os Dindos do Bem Aline Andres, Alex Morais e Hallan Peterson, além das representantes da Vila Cachoeirinha Simone Azevedo e Valéria Alves Gomes.

Durante a reunião, os quesitos levantados no dia anterior pela presidente da câmara fora reforçados, incluindo a questão de que qualquer regularização hoje seria para as famílias que já residem na Cachoeirinha. Outra questão bem importante é que os moradores estejam unidos, sabendo que com a regularização, a água, a luz e a escritura serão ofertadas, bem como serviços de recolhimento de lixo, segurança e todos os encargos. “É um caminho longo. Todos nós queremos ajudar. Cada um fazendo a sua parte e assumindo o seu compromisso o processo pode ser mais rápido”, afirmou Dioclésio.

Após a reunião, Disnéia e os legisladores presentes devem levar o assunto a Câmara de Vereadores, o executivo vai verificar toda a questão legal. Os Dindos vão orientar os moradores e acompanhar o processo e a associação de moradores do bairro vai fazer o processo de conscientização e informação interna, finalizando um levantamento completo das famílias, que já esta em fase de conclusão.

“Agora vai. Tem que ir, não vamos desistir da dignidade dos nossos filhos e de sentir orgulho de onde moramos e das pessoas perceberem que somos pessoas do bem. Se existem problemas? Sim. Mas vamos mudar isso”, afirmou Valéria.

Com todas as colocações feitas, a diretoria da Vila se propôs a organizar uma reunião entre os moradores, os Dindos e o executivo para traçar metas a curto, médio e longo prazo.

Fonte: Nativa Comunicação Integrada

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui