Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
21-09-2020 | 10:11
CORONAVÍRUS13/08/2020 às 11:30

China diz que detectou coronavírus em frango importado de Xaxim

Uma amostra de frango congelado, importado do Brasil para a China, testou positivo para o novo coronavírus, informou o país asiático, que teria detectado o vírus nesta quarta-feira (12) na superfície de um lote de asas de frango durante uma triagem de alimentos congelados em Shenzhen, no sudeste chinês.

Segundo o jornal Valor Econômico, o frango foi exportado pela marca Aurora via unidade do município de Xaxim. Embora a empresa não tenha confirmado a informação, fontes contatadas pelo jornal explicaram que a contaminação pode ter ocorrido durante o trajeto ou até mesmo já na China e que o vírus não foi identificado na carne em si, mas na embalagem.

Autoridades de saúde do governo local rastrearam e testaram as pessoas que podem ter entrado em contato com o produto, e todos os resultados deram negativos. Segundo o comunicado, todos os produtos em estoque foram lacrados e também tiveram resultados negativos.

Agora, o governo chinês está rastreando produtos da mesma marca que já foram vendidos, e desinfetaram a área onde as asas de frango contaminadas estavam armazenadas.

Sem evidência de transmissão via alimentos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos já afirmaram que a possibilidade de contrair o vírus pela comida é baixa.

A OMS afirma que é “altamente improvável que as pessoas contraiam a Covid-19 em alimentos ou embalagens de alimentos”. De acordo com o CDC, o risco de infecção pelo vírus em produtos alimentícios, embalagens de alimentos ou sacolas é “considerado muito baixo”.

Ambas as organizações apontam que o coronavírus se espalha principalmente de pessoa para pessoa, através de gotículas respiratórias, quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala.

Embora seja possível pegar Covid-19 tocando em uma superfície ou objeto – incluindo alimentos ou embalagens de alimentos que contenham o vírus – e, em seguida, tocando sua boca, nariz ou olhos, não se acredita que é a principal maneira como o vírus se espalha.

Fonte: Oeste Mais

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui