Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
14-07-2020 | 10:50
HERVAL D´OESTE02/09/2014 às 10:45

Sindicato vai entrar na justiça para cobrar perdas salariais

Prefeito não cumpriu termo de compromisso com os servidores
Sindicato vai entrar na justiça para cobrar perdas salariais
Foto:Prefeitura de Herval d´Oeste

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de Herval d' Oeste (SINTESPHO) está entrando com ação judicial para requerer a concessão das perdas salariais.

De acordo com a presidente do sindicato Margarete de Deus e Silva, a medida se deve pela falta de retorno do Poder Executivo em cumprir o termo de compromisso assinado em 13 de dezembro de 2013. No documento, o prefeito se comprometeu e repassou 2% da data/base (correção da inflação) no início do ano, sendo que os outros 4% seriam quitados quando o índice de despesas com a folha de pagamento estivesse de acordo com o limite previsto na Lei Responsabilidade Fiscal.

Margarete comprova (ofício abaixo) que solicitou formalmente no mês de junho deste ano o cumprimento do acordo, já que as despesas com pessoal ficaram abaixo do limite máximo nos últimos 12 meses. No entanto, o sindicato não obteve resposta da administração até o momento. “Cobramos incessantemente o departamento jurídico há mais de 50 dias e não conseguimos agendamento com o prefeito para falar sobre o assunto”, justificou a presidente.

O prefeito Nelson Guindani disse na imprensa achar estranha a posição do sindicato, pois está sempre na Prefeitura disposto a conversar. “O fato de estar, não quer dizer que nos atenda, pois tem sempre muitos compromissos”, rebateu Maragarete.

Quanto ao décimo terceiro dos servidores, ela afirma que não houve qualquer negociação com o sindicato sobre o pagamento ou não do benefício em 2 parcelas ou parcela única, embora aja boatos à respeito. “Cabe a administração se manifestar sobre isso, pois não é pauta de reivindicação do sindicato, visto que o décimo pode ser pago em 02 parcelas ou parcela única até 20 de dezembro, conforme previsão da lei”, concluiu.

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui