Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
08-12-2019 | 07:38
EDUCAÇÃO11/02/2013 às 11:19

Estudantes e professores da Unoesc conhecem o Chile e suas relações comerciais com o Brasil

Um grupo de estudantes e professores de cursos oferecidos pela Unoesc em Joaçaba e Chapecó, dois estudantes da UFSC e empresários retornaram de um intercâmbio acadêmico e cultural ao Chile. A viagem buscava ampliar o conhecimento dos participantes sobre as relações comerciais entre o Brasil e o Chile e sobre a cultura de outro país.

O roteiro do grupo teve visitas a instituições ligadas à área de Comércio Exterior e a pontos turísticos das cidades de Santiago e Valparaíso, além de paradas em cidades argentinas que fizeram parte do trajeto. Em Santiago, os brasileiros visitaram o Palácio de la Moneda, onde estão concentrados os órgãos do governo chileno, a embaixada brasileira, a Câmara de Comércio Brasil-Chile e a unidade de negócios do Banco do Brasil. Em Valparaíso, conheceram a aduana do maior porto do País. Para que pudessem extrair o máximo de informações em cada local visitado, a agenda foi firmada previamente de modo que o grupo pudesse ser recebido por profissionais capazes de explicar o funcionamento de cada entidade.

Conforme relata a coordenadora do Curso de Administração com linha de formação em Comércio Exterior do Campus de Joaçaba, Graciele Tonial, o aprendizado técnico extrapolou as atividades formais que fizeram parte da viagem. Isto por que até mesmo em ações simples de uma viagem para o exterior os estudantes aprenderam sobre relação comercial entre países. "Na Cordilheira dos Andes, nós fizemos a migração na aduana. Já tínhamos feito o cambio da moeda na Argentina e precisamos trocá-la novamente, por pesos chilenos. Isso é uma experiência de comércio exterior interessante para os estudantes, que visualizaram como se faz o câmbio internacional", comenta a professora.

A estudante Taíse Cavasin Dalazen, que participou do intercâmbio, comenta a experiência. "A viagem foi fantástica. Além de conhecer lugares lindos e pontos turísticos famosos, tivemos contato com outra cultura e outros costumes. E como aluna de Comércio Exterior, pude vivenciar na prática coisas que estudamos em sala de aula – diz a acadêmica".

Na parte cultural, o roteiro incluiu visitas a locais como o Planetário da Universidade de Santiago, o Museu Nacional, a Praça das Armas, o Mercado Central e o Cerro San Cristóbal, todos em Santiago, a praia Viña del Mar, em Valparaíso, e o Túnel Subfluvial, que liga as cidades de Paraná e Santa Fé, na Argentina. Este último, construído sob o Rio Paraná, foi inaugurado em 1969 para diminuir os custos do comércio entre as duas cidades.

Divulgação das empresas da região

Na embaixada brasileira, a coordenadora do Escritório de Negócios Internacionais (Enint) do Campus de Joaçaba, professora Liandra de Marco, aproveitou para entregar catálogos de empresas de Joaçaba, Luzerna e Chapecó, de modo a divulgar estas empresas e buscar oportunidades de comércio com organizações chilenas. "A embaixada tem um setor voltado ao Comércio Exterior, que ajuda a fomentar as exportações e importações entre o Brasil e o Chile. É importante que esse setor tenha informações sobre as empresas da nossa região, pois, ao conhecer empresas chilenas que buscam produtos que temos aqui, pode fazer a ponte entre as organizações dos dois países", explica a professora Liandra.




fonte: Bruna Santos de Andrade
Assessora de Imprensa Unoesc

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui