Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
18-11-2019 | 02:38
CARNAVAL05/03/2015 às 13:46

Carnaval de Joaçaba obteve maior índice de retorno, aponta Fecomércio

Carnaval de Joaçaba obteve maior índice de retorno, aponta Fecomércio
Foto:Divulgação

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio), divulgou nesta quinta-feira (5) a pesquisa referente ao Carnaval 2015 – efetuada nas cidades de Florianópolis, Joaçaba, Laguna e São Francisco do Sul. O levantamento é realizado todos os anos pela entidade e tem como objetivo avaliar o evento apontando fatores positivos e melhorias. Em 2015, a coleta de dados ocorreu de 13 a 21 de fevereiro.

Especificamente em Joaçaba, foram entrevistados 362 turistas, sendo a maioria homens (50,5%), nas principais faixas etárias de 18 a 25 anos de idade (27,8%) e de 31 a 40 anos de idade (25,5%) e assalariados (48,4%). A cidade é a que concentra o maior número de turistas solteiros (81,5%) contra a segunda colocada Florianópolis (51,4%). A maior faixa de renda familiar do turista que veio ao meio-oeste catarinense é de R$ 1.418,00 a R$ 3.764,00, tendo o meio de transporte principal veículo próprio (59,3%), ônibus intermunicipal (29%), e avião (8,1%).

Dos 100% dos turistas entrevistados em Joaçaba, 62,7% são de origem catarinense, 14,9% do Paraná, 8% do Rio Grande do Sul, 5,0% de São Paulo, 5,8% do Rio de Janeiro e 0,3% de Minas Gerais. A maioria veio com amigos (55,2%) ou então com familiares (25,7%).

O tamanho do grupo ficou em 3,8 e desta vez Joaçaba obteve junto com a capital as maiores faixas de turistas que se hospedam em hotéis. Em Joaçaba chegou a 35,1% e em Florianópolis 24,3%. Mesmo assim a casa de parentes e amigos continua sendo a primeira opção com 46,4%. A duração da estadia destes turistas é de 7,4 dias, sendo que a maior média ficou com a cidade do meio-oeste com 8,8 dias sendo a única cidade da pesquisa onde a motivação principal é o Carnaval (74,0%). O gasto médio do turista ficou em R$ 1.385,94 – sendo que as principais despesas ficaram com hospedagem (R$ 431,03), lazer (R$ 259,83) e alimentação (R$ 214,04).

O maior índice de retorno ao evento deste ano foi o de Joaçaba, com 31,5% contra 28,8% da capital, sendo que 91,7% de quem esteve aqui pretende retornar em 2016. Dos que responderam que não voltariam 38,3% informaram que o motivo está em visitar outro lugar. 97% dos turistas entrevistados ressaltaram que recomendariam o destino Carnaval de Joaçaba para outras pessoas.  Os turistas foram questionados quanto à sugestão de melhorias. Em todas as cidades o item acesso/transporte foi o mais citado. Sendo 51,7% na capital, 43,1% em São Francisco do Sul e 31% em Joaçaba. Outro item ressaltado em Joaçaba foi atrativos turísticos com 30,5%.

Em 2015, a Fecomércio ampliou a pesquisa em relação a impacto econômico. Em Joaçaba 7,4% dos estabelecimentos comerciais fizeram contratações de colaboradores extras, sendo a média de três funcionários por empresa. Quando questionado sobre ações do comércio para atrair o consumidor o turista ressaltou que 52,6% dos estabelecimentos não o fizeram.

Em relação ao setor hoteleiro, ocorreu uma variação positiva de 9,4% em relação ao ano anterior e 16% em relação aos outros meses do ano. Na conclusão da pesquisa a Fecomércio aponta a sensação de segurança como ponto positivo em Joaçaba e destaca“a noção do faturamento dos empresários de Joaçaba foi a mais otimista no período do Carnaval de 2015, apontando para aumento de faturamento em relação ao ano anterior e em relação aos meses comuns, fora do período da festa”.

Fonte: NAtiva Comunicação Integrada

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui