Menu

Jornalismo (49) 99911-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 26/02/2021 | 16:23

Carnaval

Vereador ameaça criar CPI para apurar contas do Carnaval

Publicado em 08 de Outubro de 2015 às15h30

Vereador Éber Bündchen

Foto: Vereador Éber Bündchen

Após duas prorrogações de prazo - não cumpridas - solicitadas pela própria Liesjho para a entrega de documentos e a declaração do presidente da entidade de que os vereadores devem procurar o Ministério Público se não estiverem contentes com a documentação entregue ao Legislativo, o vereador Éber Bündchen disse que não se descarta a possibilidade de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito, CPI, para investigar a prestação de contas da Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval D’ Oeste sobre o evento de 2015. A afirmação foi feita em sessão de terça-feira, dia 06.

Os vereadores da comissão que analisam as contas esclarecem que não são contra o carnaval, pelo contrário, desejam colaborar para melhorar cada vez mais, já que é um evento belíssimo e de enorme importância. “O que precisa ficar claro é que a Liesjho recebe, todos os anos, recursos públicos para promover o carnaval. Só do município são cerca de R$ 600.000,00 de repasse anual nos últimos anos. Existem ainda recursos do governo do Estado e Federal”, avalia Éber.

O vereador Éber diz que é sobre os valores que saem do município que se busca esclarecer algumas dúvidas em relação ao que foi entregue à Câmara. “A documentação complementar já foi solicitada à Liga pela comissão de vereadores que analisa a prestação de contas há cerca de três meses e, pela imprensa, ouvimos o presidente da entidade dizer que a mesma não será entregue e que se existem dúvidas devemos recorrer ao Ministério Público. Por este motivo é que não descartamos a possibilidade de instaurar uma CPI na Câmara. O presidente da Liga precisa entender que o Poder Legislativo é um Poder 'fiscalizador' e é independente do Poder Executivo e que a Liga não é uma entidade privada, pois, recebe recursos públicos e desta forma deve prestar contas sem que restem dúvidas não esclarecidas”, ressaltou o vereador.

Fonte: Adriana Panizzi/Assessoria

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Droga Raia

Av. XV de Novembro, 263 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-9356

Droga Raia
X