Apareceu aqui, virou notícia!
(49) 9111 4055
Previsão do Tempo
08-12-2019 | 08:37
GERAL29/10/2015 às 15:10

Caminhoneiro que matou 16 pessoas é condenado a 21 anos de prisão

Caminhoneiro que matou 16 pessoas é condenado a 21 anos de prisão
Foto:Adair Sobczak/Agência RBS/Agência Estado

Depois de mais de 20 horas de sessão, o Tribunal do Júri da Comarca de Chapecó condenou o caminhoneiro Rosinei Ferrari a 21 anos de prisão em regime inicial fechado. Rosinei foi o responsável pelo acidente que causou a morte de 16 pessoas e lesões corporais graves em mais de 20 no município de Descanso, em 2007. Entre as vítimas estavam bombeiros, policiais e outras pessoas que auxiliavam no resgate de outro acidente.

O Promotor de Justiça Moacir José Dal Magro, que representou o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) na sessão do Tribunal do Júri, considerou a pena insuficiente diante da dimensão do crime e já informou que recorrerá da sentença aplicada. Como foi beneficiado com um habeas corpus no decorrer do processo, o réu terá direito de recorrer em liberdade. A sessão do Tribunal do Júri, que iniciou às 8h de quarta-feira (28/10) e terminou somente às 13h30 desta quinta-feira (29/10), foi presidida pelo Juiz de Direito Jeferson Osvaldo Vieira.

O crime aconteceu em outubro de 2007 na BR 282, na altura do município de Descanso. O trânsito na rodovia havia sido interrompido para o tendimento a um grave acidente envolvendo um ônibus e dois caminhões. Rosinei Ferrari dirigia um caminhão da empresa Turatto & Turatto Ltda, no sentido São Miguel do Oeste para Maravilha, quando passou a receber sinal de luz pelos carros que vinham em sentido contrário, avisando da existência de acidente na pista.

De acordo com a ação penal, em razão do problema de freios e do excesso de carga de seu caminhão, dos quais estava ciente, o motorista não conseguiu parar na sua pista de rolagem, seguindo em alta velocidade na pista em sentido contrário. Rosinei chegou com o caminhão desgovernado ao local do acidente e colheu automóveis e pessoas que se encontravam na pista.

O proprietário do caminhão, Gilmar Turatto, também foi denunciado pelo crime e será julgado em sessão com data ainda a ser marcada.

Comentários
Publicidade Caitá Supermercados
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui